Histórias de Pacientes Leandro Ribeiro
comunicacao@myeloma.org.br

“Meu nome é Leandro Ribeiro, carioca, tenho 37 anos e quero compartilhar minha história com vocês. Fui diagnosticado com mieloma múltiplo em outubro de 2017. Eu não sentia dor, a única coisa que aconteceu foi perda de peso, emagreci muito, cheguei a 89kg e meu peso normal é entre 100 a 105kg, além da perda de peso, começou aparecer umas feridas na boca, na língua, eu achava que podia ser alguma coisa no estômago, fiz hemograma completo, endoscopia, mas quando saiu o resultado do exame de sangue, deu as taxas todas alteradas, inclusive com anemia, quase ao ponto de precisar fazer uma transfusão de sangue. Por causa disso a médica me encaminhou para o hematologista, fiz vários exames e todos negativos, até que eu fiz o da medula(biópsia) e veio o diagnóstico de mieloma múltiplo. Até essa descoberta eu nunca tinha ouvido falar nessa doença, mas quando o médico me deu a notícia que era um câncer, na mesma hora eu desabei, meu filho com apenas 3 anos veio logo na minha cabeça, que eu iria morrer, que não iria ver meu filho crescer, chorei muito e fiquei muito mal por dois dias, mas no terceiro dia, eu já era outro, nem parecia que eu era portador dessa doença, com apoio da minha esposa que eu amo muito, que ficou do meu lado o tempo todo, fez eu levantar a cabeça e lutar, confiando em Deus e nos médicos, comecei o tratamento alguns dias depois do diagnóstico.Fiz também tratamento espiritual, fiz Reik, tudo que podia eu fiz, após 5 meses de quimioterapia fiz o transplante, no hospital não foi fácil, tem que ter muita fé, muita força interior, até porque são muitos dias internado, coloquei o boneco do lagartixo (PJ Mask) que meu filho adora na cabeceira da cama, que me dava mais força ainda...rs. Agora o mais importante, mesmo a comida do hospital não sendo boa, até porque comida de hospital não é boa rsrs, coma, faça um esforço, até porque não será fácil, vai chegar uma hora que não terá apetite, mas coma. Outra coisa muito importante, é fazer fisioterapia nesse período, vai chegar um momento que não terá disposição alguma, mas não deixe de fazer os exercícios, alimentação e fisioterapia é importantíssimo para um TMO de sucesso. O cabelo, a barba, tudo cai, mas não fique assustado(a), logo depois cresce tudo de novo, eu fiquei carequinha, rosto todo liso, mas hoje já voltou tudo ao normal, cresceu tudo. Hoje estou no D148 e graças a Deus estou bem, já voltei para minha rotina, lógico que com algumas restrições, mas acredito que o pior já passou e vamos ter fé que a cura vai chegar, mas até lá, é confiar e seguir as orientações médicas, que tudo vai dar certo. Que Deus abençoe a todos”.

 

Participe. Conte você também a sua história. Clique aqui!