Notícias e Destaques Mieloma Múltiplo: Cada Vida Conta

Cada vida conta

Todos os pacientes em tratamento para o câncer já ouviram a frase:  utilizaremos o protocolo X, mas cada organismo responde de uma maneira!  E então sempre paira aquela dúvida: como será então o MEU tratamento?

Muitas vezes saber que o câncer é uma doença multifatorial, ou seja, que não há um agente causador específico e, portanto, não há um protocolo único e eficaz para seu tratamento, gera muita angústia no paciente.

Pensar que será necessário aguardar que o tratamento inicie para verificar a resposta do seu organismo pode ser uma grande tortura psicológica, além dos inconvenientes de um tratamento tão invasivo.

Frente à essa situação há pacientes que se desesperam, entram num quadro de ansiedade ou depressão que só dificultarão sua recuperação física.  Alguns outros encaram a possibilidade de remissão de sintomas com otimismo.

É aqui que gostaria de chamar a atenção de cada um de vocês.  Gostaria de pedir que pensassem em sua própria vida, em seu próprio organismo, em como ele reage as coisas, em como VOCÊ reage às emoções, as coisas boas e difíceis em sua vida.

Embora sejamos colocados todos numa mesma caixinha quando temos um mesmo diagnóstico, é necessário pensarmos e percebermos que realmente cada vida, cada organismo é um só!

Cada pessoa tem uma reação física ao tratamento; cada pessoa assume uma postura psicológica em relação ao tratamento.  E muitas vezes enfrentaremos as mesmas dificuldades, mas com o olhar particular de cada um.

A ansiedade nada mais é do que querer que o amanhã seja agora, e assim haveria supostamente alguma maneira de controla-la.  Mas não há. Não há como controlarmos o tempo ou algumas condições nas nossas vidas. Mas certamente há como controlarmos a forma de reagirmos aos nossos problemas.  E isso é individual, é de cada um.

E VOCÊ precisa valorizar isso.  Porque cada jeito de lidar com uma dificuldade é importante.  Alguns trarão mais resultados que outros. Cabe a nós observarmos e fazermos as melhores escolhas.  Viver é fazer escolhas a cada segundo!

Não se coloque na mesma caixinha do “paciente com câncer”, hasteie a SUA bandeira.  Faça as SUAS perguntas, tire as SUAS dúvidas, entenda as respostas do SEU corpo.

Sua vida é diferente, e você deve se orgulhar e se empenhar em vive-la de maneira única, mesmo que seja nas situações mais difíceis.

Viver uma vida que o outro possui, seja para coisas boas ou ruins, não fará nenhum sentido.  Porque os únicos que enfrentarão as consequências de nossos comportamentos seremos nós mesmos.  E quantas vezes fazemos coisas pensando em como o outro faz!

Cada vida é única, cada um tem seu sonho... não desperdice o seu olhando para os lados!

Você perceberá que será mais fácil quando vc assumir as rédeas do seu barco, em vez de se preocupar com o barco do outro – porque certamente ele será bem diferente do seu.