Notícias e Destaques Substâncias ligadas às causas do Mieloma Múltiplo

 

As seguintes substâncias químicas tóxicas têm sido ligadas às causas do mieloma:

 

Benzeno

Dioxinas

Alguns produtos químicos agrícolas

Solventes

Combustíveis

Escapamento de motor

Alguns materiais de limpeza

 

Confiara onde podem ser encontradas:

 

Bezeno - O benzeno também pode ser matéria-prima na produção de anilina, borrachas, lubrificantes, corantes, detergentes, drogas e pesticidas. Além de ser precursor das substâncias que posteriormente serão utilizadas na fabricação de plásticos, resinas, nylon e fibras sintéticas.

 

Dioxina - A alimentação representa a maior fonte de exposição dos humanos à dioxina, sendo a carne, os laticínios e os peixes os principais produtos alimentícios contaminados. Isso porque, os animais terrestres absorvem a dioxina a partir do pasto que consomem, sendo estes contaminados pela dioxina encontrada na atmosfera ou pela mesma que se fixa nos solos e nas plantas. Assim, há o acúmulo desta substância na musculatura e órgãos dos animais que, posteriormente, são utilizados na alimentação humana.

 

Produtos Agrícolas – Os agrotóxicos servem para evitar insetos e erva daninha nas plantações, porém, o INCA – Instituto Nacional de Câncer -, alerta para danos causados à população por excesso de produto. Desde 2009 o Brasil é o país que mais consome agrotóxicos em escala mundial, e estudos nacionais comprovam que regiões com alto uso de agrotóxicos a incidência de câncer é acima da média mundial ou nacional. A dica é comprar produtos agroecológicos ou orgânicos.

 

Solventes - Algumas atividades laborais podem expor seus trabalhadores a níveis elevados de solventes, aumentando o risco de desenvolvimento de doenças, tais como o câncer. Tinta, verniz entre outros. Evite contato direto com o produto.

 

Escapamento de motor - A Agência Internacional de Pesquisas sobre o Câncer (IARC, na sigla em inglês), parte da OMS, já havia classificado a fumaça como 'provavelmente' cancerígena para humanos. Agora, a IARC mudou a classificação para 'definitivamente' cancerígena. Acredita-se que pessoas que trabalham em indústrias de risco, com grande exposição aos agentes cancerígenos, tenham cerca de 40% de chances de desenvolver câncer.

 

Materiais de Limpeza – Alguns materiais de limpeza liberam cloraminas, gases facilmente aspirados e absorvidos pelo corpo.

 

Fontes: Incesp, OMS e Inca