História da IMF COMO A IMF COMEÇOU

Em 1988 Brian Novis tinha 33 anos quando começou a ter dores nos ossos. Ele nunca podia imaginar que a razão de sua dor era mieloma múltiplo, um câncer de medula óssea. Médicos confirmaram o diagnóstico. Não havia nenhuma organização para a qual ele pudesse pedir ajuda em relação a esta doença tão pouco conhecida. Apesar de seus medos, ele sabia que tinha que fazer algo. Com muita determinação, uma máquina de escrever emprestada, um telefone e uma parceria com seu médico, Dr. Brian G. Durie, nascia a International Myeloma Foundation. Ela mudaria para sempre o cenário para as pessoas de todo o mundo que se deparam com esta doença devastadora. Em 1992, Brian morreu, mas não o seu sonho.

A IMF HOJE

Hoje a IMF é a maior e mais antiga organização dedicada a melhorar a qualidade de vida dos pacientes com mieloma enquanto trabalha em direção à prevenção e cura. A IMF guia pesquisas colaborativas em vários países e esta alcançando resultados extraordinários – em laboratórios de pesquisa, em consultórios médicos, em clínicas e nas casas de seus membros.

Mais de uma década após sua morte, a visão de Brian continua a guiar o IMF como uma organização global, chegando até mais de 350.000 membros, incluindo 50.000 pacientes com mieloma em 140 países. A IMF acredita que ninguém tem que enfrentar esta batalha sozinho.

Com materiais traduzidos em 16 idiomas, a IMF leva esperança e muita informação necessária para dezenas de milhares de pessoas no mundo todo. O foco da Fundação é custear pesquisas, prover educação, oferecer apoio e promover iniciativas de advocacia que façam com que vozes em grupo sejam ouvidas. Tendo alcançado excelentes resultados, a IMF esta comprometida em descobrir as causas do mieloma, avançando em novos tratamentos e finalmente encontrando a cura. Os pacientes tem acesso aos últimos avanços das pesquisas, informações sobre estudos clínicos, opções de novos tratamentos e uma gama de serviços de apoio. Médicos, pesquisadores e profissionais da saúde encontram uma fonte de informação como abstratos de pesquisa, estudos clínicos, artigos revisados e outras publicações pertinentes.

IMF LATIN AMERICA

Dando continuidade a este trabalho foi fundada no Brasil, em 2004, a IMF Latin America, visando trazer aos pacientes e à comunidade médica da América do Sul os mesmos serviços hoje disponíveis nos Estados Unidos, Reino Unido e Japão.

A IMF Latin America foi fundada por Christine Jerez Telles Battistini, filha de uma portadora de mieloma múltiplo, que travou durante anos a dura batalha contra a doença e Dra. Vania Tietsche de Moraes Hungria, médica hematologista, Diretora da Clínica Médica São Germano e membro do Conselho Científico da International Myeloma Foundation desde 1998.

A IMF Latin America é uma fundação sem fins lucrativos – dirigida por uma Diretoria, guiada por um Conselho Científico e fiscalizada por um Conselho Fiscal.